quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Paredes do mais forte concreto
Foram derrubadas com um simples olhar
Um toque e um beijo com o mais puro afeto
Fizeram um coração voltar a pulsar

Uma mão diferente
Um olhar sincero
Um ser atraente
Lapidado no mais puro esmero

Desacorrentou meu coração
Modificou meu senso de noção
Destroçou meu tremor
Me encantou com seu amor

Estou desorientado
Da forma mais boa possível
Acabei meio anestesiado
Amando um ser incrível.

                                  R Cavalcante